Diretor do “For the Record” comenta sobre “Framing Britney Spears”

Phil Griffin, o diretor do documentário Britney: For The Record, lançado pela MTV em 2008, decidiu comentar o mais recente documentário sobre Britney Spears, Framing Britney Spears.

O filme, que estreou na última sexta-feira nos Estados Unidos, está causando muita repercussão no país, já que muitas pessoas do público em geral não faziam ideia do que era uma curatela, nem que Britney Spears vive em uma há mais de 12 anos. O assunto estava na lista de assuntos proibidos a todos que entrevistaram a cantora nos últimos anos, e mesmo no For The Record, o termo nunca é citado ou explicado em detalhes.

“No fim de semana, assisti ao novo filme de New York Times, Framing Britney Spears. Fiquei surpreso, mas honrado em ouvir a voz de Britney no ‘For The Record’ como um dos momentos de abertura. Britney disse:” Há muito que as pessoas não sabem e eu quero que saibam.” Essa única declaração se tornou a raiz de nossa jornada e é algo que Britney me disse na primeira entrevista que fizemos. Ouvir essas palavras novamente, me lembrou dos muitos dias e noites com que conversamos sobre a natureza da liberdade e sua relação direta com a arte… e o preço que pagamos por essa expressão da alma. Isso me lembrou de uma Britney que poucos conseguem ver, uma jovem que sempre dá mais do que recebe, sempre coloca o amor em primeiro lugar. “Britney For The Record” sempre foi projetado para ser sua história, sua voz, seu jeito e em seus termos e a equipe que fez isso com Britney e eu trabalhamos incansavelmente para tornar essa promessa sua realidade.
.
Até hoje, nunca achei necessário adicionar mais ruídos à parede de som que envolve a história dessa bela artista – simplesmente porque Britney sempre me disse que se realizássemos nosso filme, ele ofereceria seu próprio testemunho verdadeiro de como ela se sentia naquela época. É por isso que o chamamos de ‘For The Record’. Prometi a Britney que o filme mostraria ao mundo o que eu vi nela e ficarei eternamente grato por ter recebido a confiança de dar voz a ela naquela época. Com todo o furor em torno do movimento #FreeBritney, descobri este minúsculo momento bônus online: é um dia em que Brit, Brett, meu irmão Pedro e eu levamos um carro e uma câmera para um rancho particular nos arredores de Vegas e tivemos um verdadeiro dia de folga, um dia de liberdade, um dia sem drama. Brit não tinha ideia e realmente pensou que íamos fazer uma caminhada. Para mim, ele oferece um momento de expressão e alívio, embora nunca tenha entrado na edição final, esta humilde cena bônus continua sendo um dos meus momentos favoritos.
.
Ps.: Britney, você ainda tem meus óculos?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s